quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

O nome iPad não é da Apple.

Texto do Mac+

Quando a Apple lançou o iPad, há quase dois a anos agora, muita gente não gostou do nome. Piadas surgiam a todo momento com trocadilhos com o “pad” do nome. Porém, quem não gostou mesmo disso foi a empresa taiwanesa Proview Electronics, que detinha a marca registrada do nome na China.

Em outubro, a empresa que, há mais ou menos 10 anos tentara lançar uma espécie de precursor do tablet, chamado I-Pad, entrou com um processo contra a Apple, acusando Cupertino de infringir sua marca registrada. A Maçã havia conseguido a marca para praticamente todo o mundo, mas não na China.
A Apple entrou com pedido para o registro da marca também no país asiático, mas hoje chegam notícias de que a Justiça chinesa rejeitou este pedido. O site 9to5Mac conta que – aparentemente, já que ninguém sabe ao certo os detalhes da disputa – a Proview possui a marca “I-Pad” em alguns países estrategicamente importantes para a Apple, como os formadores da União Europeia, Coreia do Sul, Cingapura, Tailândia, Indonésia e, claro, na China.

Em 2006, a Proview havia vendido os direitos globais da marca para uma terceira empresa, que, desconhecidamente à época, tinha relações com Cupertino. Agora, o presidente da empresa, que passa por dificuldades financeiras, afirmou que é “arrogante por parte da Apple ignorar os direitos de sua empresa naquele mercado [o asiático]“

Mais informações em ingles no 9to5mac





Postar um comentário